Segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

Capítulo 2

2010



Eu tenho 21 anos e tenho 3 empregos a part-time, enquanto a Sofia fica com os meus vizinhos, porque eu não posso pagar uma creche.


Isabella (Acabei de voltar do meu emprego naquele restaurante imundo, coloquei a mala no sofá e quando me ia sentar o meu telemóvel tocou. Eu atendi): Estou sim?
Tracy: Izzie! (Ouvi a voz excitada da Tracy do outro lado da linha)
Isabella (Sorri): Tracy! Oh Meu Deus! Como é que estás? Eu tive tantas saudades!
Tracy: Eu também. Mas adivinha? (Ela parecia entusiasmada)
Isabella: O quê? (Perguntei curiosa)
Tracy: Acabou! O meu curso acabou. Eu sou médica! (Gritou)
Isabella (Eu ri): Ah! Parabéns! Eu estou tão orgulhosa! Espera! Isso quer dizer que vais voltar?
Tracy: Sim!
Isabella: Quando?
Tracy (Ela riu): Bem, nos meus bilhetes diz… em 2 dias.
Isabella: Aww! Isso é óptimo! (Olhei para o relógio) Olha Tracy eu tenho de ir buscar a Sofia agora, liga-me quando chegares. Eu sinto a tua falta. (Sorri levemente)
Tracy (Ouvia-a a suspirar): Okay, cuida-te!
Isabella: Okay, xau. (Desliguei, peguei na minha bolsa e saí de casa rapidamente, a senhora Martin odeia quando eu me atraso)









Entretanto














Alexander P.O.V

Alexander: (Entrei em casa e pus a mala no chão com força, fazendo barulho. Vi a Rosie vir até mim, sorri)
Rosie (Olhou para mim surpreendida): Alex? (Veio até mim) O que é que estás aqui a fazer? As aulas já acabaram?Alexander (Eu suspirei): Prazer em ver-te também Rosie. (Disse ironicamente enquanto me dirigia para a nossa sala enorme)
Rosie: Não mudes de assunto. Porque é que estás em casa? Os teus pais sabem?
Alexander (Peguei num copo e coloquei um pouco de whisky, virei-me para ela, a nossa cozinheira e minha 2º mãe): Porquê tantas perguntas? (Bebi um pouco) É bom sentir o amor novamente. (Revirei os olhos)
Rosie (Ela suspirou): Alex, eu estou só… (Foi interrompida quando uma loira entrou, eu arregalei os olhos surpreendido)
Hannah: Mr. Rose, eu preciso da sua ajuda na cozinha. (Disse evitando o meu olhar)
Rosie: Okay, dá-me um minuto. (A rapariga saiu)
Alexander (Eu sorri maliciosamente): Quem é a jeitosa? (Bebi mais um pouco)
Rosie (Olhou para mim chocada): Alexander! Olha a linguagem! Algum respeito nesta casa, por favor. (Disse, zangada
Alexander (Atirei-me para o sofá): Eu só estou a dizer a verdade… (Eu dei de ombros, ela respirou fundo. Eu sei que a estava a desiludir mas eu não podia evitar. Eu vi-a a sair da sala. Pus os pés em cima da mesa e percorri os canais de televisão. É bom estar em casa, pelo menos até os meus pais descobrirem. Respirei fundo. Tentar ignorar o pensamento)

Essa Noite

Harvey (Ele olhou para ele e pediu): Charles! O jantar pode ser servido.
Charles (Ele assentiu): Sim Sr. Thompson. (Saiu da sala de jantar e a criada entrou começando a servir a comida)Alexander (Eu entrei na sala de jantar a sorrir): Boa noite família! (Sentei-me na minha cadeira normal e vi as caras deles de surpresa)
Beatrice: Alex? (A minha mãe perguntou, surpresa)
Oscar: Estás em casa!

Alexander (Eu revirei os olhos): Wow! Tu és um génio. (Quando vi a loira a servir-me sorri maliciosamente, ela desviou o olhar)
Harvey: Alexander! (Eu ouvi o meu pai a chamar-me zangado, eu olhei para ele) O que é que estás a fazer aqui? E a universidade?
Alexander (Ri): História engraçada. Estás a ver…eu…desisti.
Beatrice (Ficou chocada): Tu o quê? (Ela estava mesmo chocada)
Harvey: Tu desististe? (Perguntou zangado) Tu não podes desistir Alexander!
Beatrice: O que é que tu vais fazer agora? (A minha mãe perguntou, desiludida e preocupada)
Alexander (Dei de ombros): Não sei…

Oscar: Não sabes? (Agora ele também estava chocado)
Alexander: Porquê tanto drama? É só a universidade!
Harvey: Só a universidade? (Levantou-se zangado) Tu vais arrumar as tuas coisas e amanhã de manhã eu quero-te na universidade outra vez.
Alexander (Eu coloquei as minhas mão na cabeça e encostei-me á cadeira): Primeiro, as aulas acabaram, para toda a gente. É Verão. Segundo, eu não vou voltar. Eu estive lá preso durante anos e eu odeio. Para que desperdiçar dinheiro?Oscar: Tu estás lá á anos porque chumbaste sempre. (Ouvi o meu irmão a murmurar)
Alexander (Eu olhei para ele zangado): Que merda foi essa?
Beatrice: Alexander! (Eu respirei fundo e continuei a olhar para ele)
Harvey: O que foi? O teu irmão tem razão. (Ele estava zangado)
Alexander: Claro que ele tem razão! (Eu disse zangado) Ele tem sempre razão. Ele é o filho perfeito, ele e o Jackson! (Eu estava com um pouco de ciúmes)

Beatrice (Ela respirou fundo): Aqui ninguém é perfeito! Mas tu podias ser melhor. (Eu podia ver a desilusão na cara dela, eu ignorei)
Alexander: E ser o quê? (Levantei-me, falando alto) Ser como eles? Não obrigado. (Eu estava zangado, eles sempre quiseram que eu fosse como eles)
Beatrice: Nós não queremos que tu sejas como os teus irmãos. Nós só queremos que tu construas uma vida.Alexander (Eu ainda estava zangado): Eu tenho uma vida.
Harvey: Não tens não. O tipo de vida que tu tens não é a correcta. (Eu ia responder-lhe mas ele interrompeu-me) Festas todos os dias, diferentes namoradas todas as semanas, isso não é uma vida. Isso é um modo baixo de viver. E eu quero que tu saibas que eu não vou pagar nada disto. Se tu queres ficar, fica! Mas não com o meu dinheiro.
Alexander (Eu sorri): Não quero saber. Eu não preciso do teu dinheiro, eu tenho o meu. Eu não estou só a falar das poupanças que fizeste para mim e para eles. Eu fiz algum no campo. (Sorri, orgulhoso de mim mesmo)
Oscar: Como?

Alexander: Eu tenho uma palavra para ti: Poker, meu amigo! (Sorri e provei o jantar que a Rosie tinha feito para nós)Beatrice: Agora estás viciado em cartas? (Ouvi a voz dela desapontada)
Alexander: Eu não estou viciado mãe. Mas fiz o suficiente…

Harvey: Eu não acredito que paguei quase 6 anos de universidade para tu estares a jogar as cartas e a ir a festas, em vez de ires ás aulas. (Ele atirou o guardanapo para a mesa e levantou-se) Eu não tenho mais fome… (Ele saiu, eu sorri)
Alexander (A minha mãe saiu atrás dele e eu comecei a comer o jantar mas senti os olhos do Oscar em mim): O que é? Tira uma fotografia, dura mais tempo. (Revirei os olhos)
Oscar (Ele abanou a cabaça): Eu não acredito em ti. (Ele também estava desiludido)
Alexander: O que é que foi agora? Vocês sabiam que eu nunca quis ir para a universidade. Eu tentei, não funcionou. Deixem-me em paz!

Oscar: Isso é o que em preocupa. O que é que tu vais fazer sozinho?
Alexander: O que é que tu queres dizer com “sozinho”? (Eu estava confuso)
Oscar: Eu vou viajar daqui a alguns dias. Vai durar alguns meses.

Alexander (Eu abri os meus olhos surpreendido): Tu queres dizer o tipo de viajem que eu sempre quis fazer? (Ele assentiu, eu fiquei zangado e ele falou)
Oscar: Eu acabei o meu curso. Então o pai deixou-me ir antes de eu começar a trabalhar. Se tu tivesses feito o mesmo, se calhar tivesses a viajem também. Mas o que eu estava a tentar dizer era: Eu não vou estar aqui, e eu acho que o pai vai ir para Nova Iorque por causa de algumas reuniões com o Jackson. Então…acho que a tua vida vai mudar. Eu sei que soa bem no princípio. Mas um dia tu vais ver que eu tinha razão. (E com isso ele levantou-se e sai da sala de jantar)
Alexander (Eu fiquei lá sem acreditar, o meu irmão acabou de me dar um sermão? O meu irmão mais novo? Eu abanei a minha cabeça para deixar de pensar naquilo e comecei a comer novamente, pensando que daqui a pouco eu estava sozinho em casa. Sorri, completamente satisfeito): É bom estar em casa. (Disse para mim mesmo)



Entretanto




Isabella (Eu abri a porta do meu apartamento com a Sofia a chorar nos meus braços): Está tudo bem querida… (Entrei e fechei a porta. Coloquei a mala no chão e quase corri para a nossa pequena cozinha. Coloquei-a numa cadeira e abri o armário onde tinha os medicamentos, procurando alguma coisa para a acalmar, nos últimos dias ela tem-se sentido muito doente e com muitas dores no estômago. Eu acho que ela entrou sem autorização na cozinha da Sra. Martin e comeu alguma coisa que não podia, mas ela diz que não) Okay! (Encontrei o que precisava e que funcionava melhor e dei-lhe) Toma querida!
Sofia (Ela tapou a boca): Não, sabe mal! (Ainda estava a chorar)

Isabella (Eu suspirei e sentei-me ao lado dela com um copo de água Eu estava muito cansada e ela agora estava a pôr-me pior. Eu queria ser uma rapariga normal de 21 anos por uma vez na vida, pelo amor de Deus): Por favor amor. Vais-te sentir melhor.
Sofia (Ela abanou a cabeça enquanto lágrimas caíam): Não!

Isabella: Tu queres que a dor passe? (Ela assentiu) Então tens de tomá-lo, okay? Depois nós vamos deitar-nos e eu faço uma massagem na tua barriga para te sentires melhor. Tudo bem princesa?
Sofia (Ela estava mais calma): Posso comer um chocolate depois? (Perguntou com os olhos vermelhos)

Isabella (Eu levantei a sobrancelha): Se o teu estômago te dói tu não podes comer chocolate ou doces. Desculpa querida, agora por favor, toma isto. (Eu quase implorei, após alguns minutos de hesitação ela tomou eu respirei de alívio. Mas na minha mão eu pus uma nota para telefonar ao médico, só para ter a certeza)
Sofia (Olhou para mim): Posso ir ver os desenhos animados agora, maninha?
Isabella (Eu sorri levemente): Claro, querida. Mas só uns minutos. A hora do banho é logo depois do jantar e tu sabes disso. (Mas ela correu logo para o sofá. Eu fechei os olhos e massajei a cabeça para libertar o stress Eu respirei fundo por alguns minutos. Finalmente tinha tempo só para mim. Depois levantei-me e comecei a fazer jantar e reparei que o frigorifico estava quase vazio novamente. Eu respirei fundo enquanto tirava os vegetais, o fim do mês estava longe, e o dia de receber também. Eu tentei ignorar e comecei a pensar numa maneira de sobrevivermos até ao fim do mês, até receber o meu salário)

Publicado por - jéssica às 14:24
Link do post | Comenta X) | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De Anónimo a 4 de Outubro de 2010 às 14:39
adorei....

posta rapido


De Cacau ;* a 4 de Outubro de 2010 às 15:16
Ameeeeeeeeeeei!
Muito lindo!
Posta Logo!
Beijos!
;*


De Kelly a 4 de Outubro de 2010 às 16:30
lindo *.*
posta logo
por favor
beijemi :b


De Nie Reis a 5 de Outubro de 2010 às 03:35
Lindo:)
Perrfect*.*
Está optimo:)
Posta logo
BeiJemi:D


Comentar post

Sobre Mim

Posts Recentes

Capítulo 19

vou continuar...

Olá...

Capítulo 18

Capítulo 17

Capítulo 16

Capítulo 15

Capítulo 14

Capítulo 13

Capítulo 12

Arquivos

Julho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010