Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

Capítulo 13

Nessa Noite


Isabella: (Eu estava a lavar os pratos mas sempre a olhar para o meu telemóvel que estava na mesa. Estranho, já eram 23: 30 e ele ainda não me ligou. O Alex costumava ligar-me ou mandar-me uma mensagem no meio do dia a dizer para eu me encontrar á noite em casa dele. Mas hoje não recebi nada, achei isso estranho. Tentei não pensar nisso, ele é só um rapaz…sim…só um cliente. Eu disse para deixar-mos simples, sem ser pessoal! Então porque é que eu estou a pensar em razões para ele não me ligar, um único dia? Abanei a cabeça e desliguei a água. Depois peguei no meu telemóvel e numa saca de batatas fritas, passei pela cozinha desligando as luzes e fui até á minha pequena sala, pronta para uma maratona de filmes de comédia, eu precisava de rir)

No Dia Seguinte


















 
 
 
Alexander: (Ontem á noite tive muito tempo para pensar e uma das coisas em que pensei é que eu percebi que: eu estou mesmo obcecado com aquela rapariga….Izzie. Eu não queria mas uma só noite sem ela fez-me sentir tão sozinho. Eu nunca senti isso! Enquanto estava ás voltas na minha grande cama, sozinho, tentei arranjar uma solução, uma cura para esta obsessão. Pensei em arranjar outra rapariga, pensei em não arranjar nenhuma, pensei em ir para a Índia com o Óscar, pensei em ir para Nova Iorque com os meus pais, mas não vou fazer nada disso. Eu estou obcecado, viciado….eu vou fazer o que tenho feito até agora, mesmo sabendo, agora, a vida real dela. É por isso que eu estou agora a entrar no local de trabalho dela, para beber um café, claro. Quando entrei vi-a e algo dentro de mim mudou. Ela tem esse poder em mim. Tentei agir normalmente e sentei-me numa mesa, perto da janela, ela ainda não me tinha visto, e esperei)
Isabella: (Ouvi a pequena campainha da porta a tocar, mas não olhei imediatamente, eu esta concentrada em preparar mais café. Por isso depois da nova jarra de café estar pronta, olhei em redor do café até que os meus olhos pararam nele. Eu fiquei muito surpreendida, ele também olhou para mim, mas nenhum de nós disse nada. Senti o meu coração a bater mais depressa e os meus pulmões a pedirem mais ar. Mas quando vi o meu patrão a sair da cozinha tive de voltar á realidade, por isso fui rapidamente até ele, tentando esconder o nervosismo, sorrindo um pouco): Hey…o que é que te posso trazer?
Alexander: Hey… (De repente e pela primeira vez eu fiquei nervoso e sem palavras) Huh… (Tentei pensar em alguma coisa) Café preto sem açúcar… (Disse e desviei o olhar, eu não me estava a sentir muito bem)
Isabella (Eu senti um déjà-vu mas ignorei): Huh…okay. (Por isso virei-me e caminhei até ao balcão, pensando que ele estava a agir estranhamente, mas novamente ignorei)
Alexander (Eu estava a bater na minha cabeça mentalmente por ser tão estúpido! Isso foi quando ela voltou e o nervosismo voltou também. Deus, por favor, ajuda-me! Eu sorri um pouco enquanto ela me estava a servir, mas falei): Huh…desculpa por não te ter ligado, eu estava…ocupado. (Eu podia jurar que uma gota de suor tinha caído das minhas costas, mas eu precisava de me explicar)
Isabella (Eu fiquei surpreendida, eu não estava a espera que ele se explicasse, quer dizer, ele não tinha. Sorri levemente): Não faz mal… (Estava prestes a sair de lá)
Alexander: Huh…mas hoje á noite… (Eu não sabia o que dizer, eu só queria que ela viesse)
 Isabella (Eu assenti, sabendo o que ele queria dizer): Vou lá estar. (Sorri um pouco no meio daquele clima tenso, isso foi quando a campainha tocou novamente e vejo a Tracy a entrar. Eu sorri ainda mais, adoro ver os meus amigos aqui) Tracy! (Ignorei completamente o Alex e fui até ela, abraçando-a)
Alexander: (Eu fiquei surpreendido por isso virei-me e vi a Izzie a abraçar uma rapariga com cabelo cor de caramelo e olhos azuis, ela era bonita. Mas os meus olhos acabaram por pousar na Izzie, sorri um pouco. Ela era muito melhor. Mas depois percebi que estava a olhar á muito tempo por isso olhei para o meu café, tentando manter a minha cabeça limpa)
Tracy: Hey girl! (Ela sorriu para mim) Tens tempo para um café com a tua melhor amiga? (Disse enquanto se sentava na mesa atrás do Alex)
Isabella: Huh… (Eu olhei em redor e reparei que o meu chefe estava demasiado entretido com o jornal. Olhei para ela e sorri) Claro, porque não? Venho já. (Fui até ao balcão, pegando em dois cafés, só no caminho para a mesa é que eu reparei no Alex. Eu fiquei um pouco nervosa quando os nossos olhos se conectaram mas ignorei e sentei-me em frente á Tracy, mesmo de costas para o Alex) Aqui tens! (Sorri e dei-lhe o café, depois fiquei confusa) Tu estás aqui…
Tracy (Ela olhou para mim confusa): Sim Izzie, estou.
Isabella: Não. Huh….o que eu quis dizer foi…estás aqui. Porque é que estás aqui? (Comecei a entrar em pânico) Está tudo bem com a Sofia? Por favor diz-me!
Alexander: (Quando ouvi o nome da irmã da Izzie tentei ouvir com mais atenção, perguntando o que é que esta rapariga tinha a ver com a irmã da Izzie)
Tracy (Ela sorriu um pouco): Tem calma Izzie. Hoje é o meu dia de folga por isso não estou aqui para te trazer más notícias. (Ela segurou na minha mão enquanto eu respirava fundo, ainda preocupada) Hey…ela vai conseguir! Tens de ter fé!
Isabella (Eu respirei fundo novamente e olhei para ela): Não é fácil… (Depois lembrei-me que o Alex estava mesmo atrás de mim, por isso baixei o tom de voz) Eu estou a poupar dinheiro, acho que no fim do mês já vou ter pelo menos metade do que precisámos. (Tentei soar confiante, eu sabia que ia salvar a minha irmã)
Tracy: No fim do mês? (Ela perguntou com uma voz meio desapontada, mesmo ela tentando escondê-la)
Isabella: Sim…Tracy. (Eu fiquei nervosa e assustada) A Sofia vai sobreviver até lá, não vai? (Eu estava a fazer o melhor para não chorar)
Tracy (Ela estava nervosa): Claro que vai! (Disse sem saber)
Alexander: (Quando ouvi as vozes delas, mesmo elas estando a falar baixo, senti uma enorme dor no meu peito. Eu não podia acreditar que a irmã da Izzie podia morrer dentro de poucas semanas e tudo isso por causa da Izzie não poder pagar uma porcaria de uma operação. Eu fiquei tão zangado que tirei uma nota qualquer do meu bolso e atirei-a para a mesa, levantando-me brutamente e saindo pela porta fora, quase deitando-a abaixo)
Tracy: Jesus! (Gritou, surpresa) O que é que se passa com aquele rapaz?
Isabella (Eu fui apanhada de surpresa, o Alex estava mesmo diferente): Eu não sei… (Eu não sabia mesmo)
Tracy: Ele pagou ao menos? (Perguntou ainda chocada)
Isabella: O quê? (Virei-me e olhei para a mesa, os meus olhos arregalaram-se quando vi lá a nota)
Tracy: Ele pagou um café com 50 dólares. (Riu) Isso é uma grande gorjeta.
Isabella: (Os meus olhos estavam presos naquela mesa, mas a minha cabeça estava presa nele…)

 



Mais Tarde



Alexander: (Eu estava zangado, muito zangado! Porque é que a vida é tão injusta? Porque é que uma miúda está a morrer quando milhões de assassinos e terroristas destroem o nosso mundo? Estacionei o carro no parque do estacionamento do hospital e praticamente corri até ao edifício. Quando lá cheguei exigi falar com o especialista da pediatria e um pouco mais tarde um homem veio falar comigo)
Dr. Morgan: O que é que posso fazer por si?
Alexander (Eu estava nervoso, o que raios é que eu estava a fazer? Mas ignorei as minhas dúvidas e fiz o que o meu coração me disse para fazer): Eu ouvi falar duma criança…que está a morrer com cancro porque….a família dela não pode pagar uma operação. (Eu estava a respirar pesadamente, afinal eu corri até aqui)
Dr. Morgan: Huh, sabe senhor…infelizmente temos muitas crianças com esse mesmo problema.
Alexander (Os meus olhos abriram-se em choque. Eu senti que tinha acabado de acordar para a realidade. Onde é que eu tenho vivido todos estes anos? Debaixo de uma rocha? Parece): Huh, sim. Mas eu estou a falar de uma menina pequenina….
Dr. Morgan: Qual é o nome dela? (Eu podia dizer que ele estava confuso com a minha confusão)
Alexander (De repente quando ele me perguntou aquilo, eu fiquei sem palavras. Eu não me lembrava. A Izzie disse o nome dela mais cedo, a enfermeira disse o nome dela também. Mas eu não me conseguia lembrar, de repente a minha cabeça estava branca como um bocado de papel): Huh…eu…
Kimberly: Dr. Morgan, desculpe interromper mas… (Ela parou de falar quando me viu. Pude dizer que ela me reconheceu) Oh, estás aqui outra vez. (Eu não sabia se ela estava feliz por me ver ou não)
Dr. Morgan: Conhece este homem Mrs. Smith?
Kimberly: Sim, ele veio visitar a …Sofia. (Sorriu levemente)
Alexander: É esse! (Olharam ambos para mim) É esse o nome dela, Sofia. (Eu estava mesmo nervoso)
Dr. Morgan: Você visitou-a e nem sabe o nome dela? (Ele estava a ficar desconfiado)
Alexander: Eu… (Eu estava mesmo nervoso. No que é que eu me estava a meter?) Eu não a visitei… (Respirei fundo) Olhe, a verdade é que…eu sei que ela pode morrer brevemente. E também sei que a família dela não pode pagar a operação. Por isso…queria fazer uma doação. (Disse ainda nervoso)
Kimberly: Uma doação? (Disse a sorrir) A sério?
Alexander: Sim, eu quero mesmo ajudá-la. (Eles ficaram os dois a olharem para mim surpresos e em choque. Eu estava-me a sentir uma aberração de circo para se olhar) Então, quem é que recebe o cheque?
Dr. Morgan: Huh, sou eu… (Tossiu)
Alexander: Okay… (Eu caminhei até uma mesa perto de nós. Tirei o meu livro de cheques e assinei um, depois dei-lho, a olhar para ele com uma cara séria) Isto é para ajudar a Sofia.
Dr. Morgan: Não se preocupe… (Pegou no cheque e leu o nome que lá dizia) Mr. Thompson.
Alexander: Oh, não! (Eu entrei em pânico) Eu quero que isto fique entre nós. (Disse nervoso, eu não queria que a Izzie soubesse, mas não sabia porquê)
Kimberly (Ela olhou para mim): Mas a Izzie ia ficar muito contente se soubesse que tu ajudaste a irmã dela.
Alexander: Eu lamento, mas se ela perguntar, diz que é uma doação anónima.
Dr. Morgan (Respira fundo): Se é isso que quer…
Alexander (Assente): Sim.
Dr. Morgan: Se me desculpa, tenho de ir. (Apontou para o cheque) Este cheque já vai dar para muitos exames para a Sofia. (Sorriu levemente) Tenha um bom dia senhor. (Saiu)
Kimberly (Eu estava prestes a sair quando a enfermeira falou): Obrigada… (Ela parecia tão sincera) Mesmo. Tu acabaste de dar muita esperança a estas raparigas.
Alexander: De nada. (Disse tentando esconder a adrenalina dentro de mim. Virei-me e saí do hospital, pensando no que tinha acabado de fazer)


Continua....
E agora o que vai acontecer?
O que é que acham que o Alex sente pela Izzie? E vice- versa?
E o que acham do que o Alez fez?
Comentem para saber.

<span style="color: white; font-si

Publicado por - jéssica às 07:50
Link do post | Comenta X) | Adicionar aos favoritos
|
11 comentários:
De Anónimo a 21 de Dezembro de 2010 às 09:03
posta ta perfeito posta logo


De kary a 21 de Dezembro de 2010 às 10:00
porfavor posta mais porfavor adoro di mais essa historia e a minha preferida nao fika muito tempo sem postar serio posta mais hoje
posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta
logooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
logooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
posta logooo porfavor
beijinhoss kary


De Danielix a 21 de Dezembro de 2010 às 14:58
Podia divulgar: iloveyoujemi.blogspot.com/
Ficaria muito feliz.
Sua história é muito legal.
Posta logo!


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2010 às 15:47
adorei...

posta logo


De Nie Reis a 21 de Dezembro de 2010 às 17:03
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHH!!
Ele deu o dinheiro:)
Espero que eles fiquem logo juntos
Quantos capítulos vai ter??

BeiJemi


De Emanuela a 21 de Dezembro de 2010 às 18:16
Ahhhhhhhhhhhhhhh fiquei tão feliz quando ele deu o dinheiro,á serio fiquei muito feliz que eu juro que eu podia ate chorar de emoção kkk (momentodramatica) viu não fique muito tempo sem postar, posta mais um ainda hoje :D JURO EU AMEI O CAP...posta logo ;)

POSTA LOGO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

BeiJemi


De Jéssica a 22 de Dezembro de 2010 às 04:40
Resposta a Nie Reis: Esta história vai ter mais ou menos 28, 30 capítulos. Vai ser pequenina... x)


De Anónimo a 22 de Dezembro de 2010 às 06:35
ai posta please ta muito perfeita espero q eles fiquem juntos logo
posta please


De Estrelax3 a 22 de Dezembro de 2010 às 06:38
ADOROOO
oh meu deus amei este capitulo querida!
POSTA RAPIDO :DD
Beijinhos sweet


De hope a 23 de Dezembro de 2010 às 12:25
Oláá!
Eu sou nove aqui no teu blog e eu gostava de ler a tua fic desde o inicio só que não consigo ir lá ter porque na barra lateral só tem até ao capitolo 6!
Será que me podias dar os links? *.*


De - jéssica a 23 de Dezembro de 2010 às 12:29
Já podes ver, tem o arquivo. Desculpem mas eu tirei o arquivo sem querer. Espero que estejam a gostar da história x)


Comentar post

Sobre Mim

Posts Recentes

Capítulo 19

vou continuar...

Olá...

Capítulo 18

Capítulo 17

Capítulo 16

Capítulo 15

Capítulo 14

Capítulo 13

Capítulo 12

Arquivos

Julho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010